Romper Perante o “Ruído” de Comunicação

Romper perante o Ruído da Comunicação

Estou a tomar um café Nespresso enquanto a minha aplicação de email descarrega as mensagens de mais de 15 contas distintas. Sei que não é normal ter 15 contas a descarregar numa aplicação de email, mas também não é tão incomum que uma pessoa tenha mais que uma conta. Pelas mais variadas razões a média é ter até 3 contas de email que utilizamos para diversos fins. E ao longo dos anos tendemos a criar endereços distintos porque “crescemos” enquanto indivíduos ou simplesmente porque o “skywalker356@hotmail.com” (juro que é inventado) não é profissional o suficiente para colocar no CV.

Portanto, não contando com as contas “extra” que uma pessoa possa ter numa das contas apenas não é incomum, ao fim de uns meses, que nos caiam para cima de 20 mensagens por dia. Pelo menos. Mais uma vez no meu caso é ainda mais distinto. O “normal” é receber entre 600 a 900 emails por dia. A maioria nem é SPAM. São mensagens às quais me subscrevi ou então mensagens profissionais de clientes, colaboradores ou parceiros. Ao longo dos anos consegui ter sistemas que me permitem digerir todas estas mensagens e limpar a minha inbox de uma forma relativamente rápida para um volume desta dimensão.

O que eu quero demonstrar com isto é que um utilizador comum está já bastante contaminado por um desejo intrínseco de ler em diagonal as mensagens que lhe interessam e apagar ou considerar SPAM todas as que não reconhecer a proveniência ou não lhe forem particularmente relevantes. - Wow, como consegui escrever a frase anterior sem nenhuma pontuação? – Tenho que melhorar a minha escrita o mais rapidamente possível para a sanidade de qualquer um que leia estes artigos. :-P 

Repare-se que estou a falar de um meio de comunicação absolutamente pessoal e não público que é um endereço de email. Quando se trata de navegar por variados sites, assim como o habitual marasmo de perder umas horas em redes sociais, menos pessoal e menos reativo se torna o nosso target.

Então como se Rompe o “Ruído”?

Aqui apenas temos que pensar em nós próprios enquanto consumidores de informação. O que é que nos faz parar e dar uma oportunidade a determinada mensagem?

Primeiro porque vem de determinada fonte credível e que nos merece uma atenção especial. Ou seja, a reputação que essa fonte tem perante nós.

Segundo, se o subject line tem realmente alguma relevância com o que normalmente estamos interessados em saber/ler.

Terceiro, a primeira linha de texto (que por esta altura já devia saber que não deverá ser o célebre “Se não consegue ver este email clique aqui”) é a segunda parte mais importante da mensagem porque ilustra o acompanhamento do subject-line. Dá-lhe uma continuidade.

Quarto, o Headline em conjunto com o Call-to-Action. Em resumo, aqui temos uma ideia clara se vale a pena ler o resto do email ou se mantém a relevância. Isto obviamente prende-se mais com emails comerciais. Emails provenientes de fontes de inspiração ou de informação tal como as newsletters de profissionais em determinadas áreas, tendem a ter menos headlines e mais uma prosa que vai progredindo de intensidade à medida que vamos lendo. O efeito é o mesmo.

Quinto, providenciar o que foi prometido no subject-line e nos headlines. Se a pessoa se sentir defraudada porque entendeu uma coisa e depois recebeu outra será altamente lesivo para as próximas mensagens que se enviar.

Sexto, Valor! Se o objetivo for providenciar cada vez mais valor ao subscritor a cada mensagem enviada, então está-se no caminho para o sucesso. A ideia é criar uma cadência cada vez maior de valor pensando precisamente no subscritor e não no que é importante para a marca.

Espero que tenha contribuido para tornar a comunicação mais interessante. Seguindo apenas estas indicações, estou certo que mais cedo ou mais tarde irá elevar o resultados.

Na Disciplina de Marketing Direto, será o Meio Digital apenas mais um Canal?

CMO Talk

Recentemente, Michael LeanderOrador e Consultor de Marketing que por várias vezes esteve em Lisboa com seminários esgotados, produziu mais um CMO Talk e desta vez com Ajay Row, Executive Director da Aimia, um dos maiores Serviços de Customer Loyalty na Índia. O que gostei bastante desta pequena entrevista é porque aborda um tema que sempre vem à conversa quando se fala de Marketing Direto, Marketing Digital e evoluções, paradigmas, etc. Ou seja, será que o Meio Digital é apenas mais um canal para o Marketing Direto ou se trata acima de tudo de uma Disciplina em si Própria que necessita de ser estudada em separado? [Ler mais …]

Quando os Anúncios nos Fazem Emocionar

Anúncio do 1ro Aniversário das Mães

A melhor publicidade e ferramenta de notoriedade e exposição é quando conseguimos tocar a parte emocional da nossa audiência e acima de tudo do target a que pretendemos atingir. Falando assim, até parece desprovido de boas intenções e ser demasiado cínico. Mas no entanto, acredito que se pode centrar na base de unir o útil ao agradável e aportar a mensagem que queremos transmitir.

É o caso deste anúncio em que uma marca japonesa “Pampers” decidiu homenagear as mães no primeiro aniversário dos seus bebés com a ajuda dos pais. [Ler mais …]

Acção de Sensibilização Criativa “Se Beber Não Conduza”

Se Beber Não Conduza

Excelente iniciativa da Sou BH (Portal de Belo Horizonte no Brasil), em que sendo uma das regiões com mais bares e restaurantes do País, decidiu lançar uma forma inovadora de chamar a atenção dos utentes para os perigos de beber e depois ir conduzir. Então a ideia, muito bem imaginada foi de criar um pousa-copos com um íman que funcionava como repelente (quando polos iguais) e se atraíam (com polos diferentes). Simples e ao mesmo tempo bastante eficaz para transmitir a ideia aos utentes da cidade. [Ler mais …]

Calling All Troublemakers é uma forte aposta da PUMA e não tem medo de se destacar

puma

A Puma está mesmo a querer se destacar da concorrência forte que tem tido por parte da Nike e Adidas. E quando se lida com pesos pesados como estes, não há que ter medo de tomar posições. Neste caso a PUMA apela a todos os rebeldes. Os que se querem destacar (mesmo que roce o menos ético) para se conseguir o que se quer. [Ler mais …]

O Mercado do Marketing das Redes Sociais Está Louco

Outras Redes Sociais

Será que já chegámos à silly season e ainda não me alertaram? De repente parece que o mercado de marketing digital nas redes sociais entrou num surto de comentários próprios de uma silly season.

Vamos recuar um pouco e reflectir sobre o tema das redes sociais e do suposto novo conceito de marketing digital.

Primeiro que tudo, há que compreender que o que as redes sociais fizeram foi apenas polarizar de uma forma sem precedentes, algumas verdades de sempre: bom serviço, bom produto, ótimo apoio ao cliente, o que diferencia um negócio, faz com que seja recomendado, passada a palavra aos seus amigos e rede de contactos.
O mesmo se passa pela forma negativa. Tudo o que reclamamos ganha mais impacto e velocidade com este conceito de social media.

Portanto, apenas se trata de um acelerador. As redes sociais não são nem nunca foram um substituto da presença digital de uma marca na internet. Portanto, quando chegou a “febre”, muitos negócios, mas acima de tudo agências agarraram-se a um suposto novo “filão de ouro” à procura de um El Dorado. E na verdade tem sido, para as redes sociais e para algumas empresas que ganharam momentum com essa corrida ao “new shiny object”. [Ler mais …]

Nova Timeline do Facebook: Porque te Deve Importar?

Timeline do Facebook

Esta semana tivemos uma novidade que veio ter um impacto considerável na forma como poderemos considerar o status quo do grafo online das nossas actividades e na interação que teremos com as marcas daqui em diante.

Claro que estou a falar do novo interface do Facebook apresentado pelo próprio Zuckerberg. Mas se fosse apenas novo design e interface seria muito monótono. A questão é por demais importante para deixar passar em claro. E no que concerne este blog, prende-se com previsões e tendências para as marcas estarem em foco com o seu público-alvo. [Ler mais …]

Os Mitos do Email Marketing e Porque te Deveria Importar

Os Mitos do Email Marketing e Porque Se Deveria Importar

Penso ser a altura ideal para abordar o tema dos Mitos sobre o Email Marketing e em como esclarecer alguns pontos podem fazer a diferença nas tuas estratégias de marketing online.

Já não consigo contar pelas mãos as vezes que tenho lido que o “O Email Está Morto” ou no vulgar inglesismo “Email is Dead”. Até mesmo neste blog de marketing eu já escrevi sobre isso. Oh, por favor! [Ler mais …]

Como Maximizar Os Resultados no Email Marketing com Landing-Pages

Na passada segunda-feira tinha exposto algumas dicas sobre como melhorar os resultados do Email Marketing, logo convém seguir a mesma linha de assunto sobre maximizar os resultados no email marketing com Landing-Pages.

Todos os dias, temos objetivos para rentabilizar as nossas acções de email marketing, mas poucas vezes conseguimos suplantar a normalidade e extravasar as expectativas. Uma dessas possibilidades é através de uma perfeita ligação entre o email marketing e as Landing-Pages. [Ler mais …]

Dicas Sobre Como Melhorar os Resultados do Email Marketing

O Email Marketing felizmente está cada vez mais a retomar o seu lugar como elemento irrevogável no marketing mix digital. E a razão para tal, é porque os marketers estão finalmente a querer aprender como o fazer correctamente.
Cientes da importância de não cair nas “armadilhas” das más práticas de email marketing, os responsáveis de marketing das marcas inicialmente tenderam a evitar esta vertente do marketing digital. A ideia era clara: o risco parecia ser demasiado grande para o eventual retorno que obteriam, até porque a sua inexperiência fazia com que o mesmo tendesse a ser demasiado curto.

Entretanto, mesmo com a projecção das redes sociais, do desvio de budgets para estar presente nas novas tendências, a época de pseudo-crise clamava por resultados. Por retorno dos investimentos que efectuavam. Logo, o email marketing tornou-se de novo o elemento a conquistar porque a sua relação Custo-Oportunidade-ROI é reconhecidamente dos melhores do mercado.

O que vou expor hoje aqui são algumas dicas que farão aumentar o teu retorno nas tuas iniciativas de email marketing. [Ler mais …]